Escritos do Cláudio
Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos

AQUELE AMOR DISTINTO

 

Onde é que você está agora?

Eu não te vejo e nem te sinto

Perco-me no avançar da hora

Acho-me em doses de absinto.

 

Eu só sobrevivo por instinto

Desejo de ver raiar a aurora

Onde é que você está agora?

Eu não te vejo e nem te sinto.

 

Lembro que fui feliz outrora

Você foi aquele amor distinto

Hoje, só saudade que devora

E pergunto no verso sucinto

Onde é que você está agora?

 

CRÉDITO DA IMAGEM: Niels Mikkelsen

Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 10/02/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$ 35,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$ 10,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links