Escritos do Cláudio

Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.

Textos

DURMA E SONHE

 

Durma, não acorde para a vida

Que viver é carregar todo peso

Pela cidade, labirinto sem saída

Alma despida

No corpo agreste

Coberto de veste

E desprezo.

 

Durma e sonhe com o paraíso

Inexistente diante de todo olhar

A realidade é apenas improviso

Um aviso

A qualquer navegante

Sobre o azul inebriante

Do mar.

 

Durma na relva e se deixe ficar

Sob o olhar maternal desta lua

Sendo amante do poeta a vagar

De bar em bar

Sem saber o que procura

Evitando que a loucura

O destrua.

Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 02/01/2022
Copyright © 2022. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Tweet
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$ 35,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$ 10,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00