Escritos do Cláudio
Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos

BATALHAS

 

O amor morreu na noite de trovões

A boca não se encheu de água

Com a nudez do corpo suculento

A tempestade soterrou desejos.

 

A luz piscou querendo fugir

Da atmosfera pesada dentro do quarto

As palavras relampejavam fortes

Atirando raios nas boas lembranças.

 

Os deuses nos usam como peças de xadrez

Com batalhas em campos minados

Com os mecanismos de defesa e arrogâncias

Sob as carícias planejadas na solidão.

 

Mas quando o sol raiar em nossos olhos

A falta do outro ficará amarga na garganta

E nem o melhor café da manhã irá disfarçar

O barulho do coração desabando em silêncio.

 

A bonança é uma chance de se reconstruir

Por isso eu olho para a porta constantemente

Esperando você bater com suas mãos nervosas

Buscando calmaria em meus infinitos abraços.

Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 04/12/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$ 35,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$ 10,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links