Escritos do Cláudio
Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos

A VIDA NA ROTINA DA CIDADE

 

Querer apagar a vida na rotina da cidade

Querer pagar as dívidas sem fim

Buscar amor onde o deserto comeu a beleza

Buscar a flor que sobreviveu à falta de encanto.

 

O dia e a noite em profunda discordância

A queda que cola meus cacos espalhados

A vertigem de quem traçou metas descabidas

A viagem de quem não tem para onde ir.

 

Ajudar a poesia sobreviver sobre poeiras

Ajudar a profecia se concretizar ainda hoje

Não busco o amor na quietude da tarde

Não busco a dor no tricotar das teias.

 

O verso não carece de rima e ruídos

O silêncio atrapalha ouvir os céus

Não subo montanhas em linha reta

Não sei a palavra certa no fim do caso.

 

Ainda preciso trilhar as curvas da dúvida

Para tocar o profundo do meu ego

E assim entender os sinais singulares da vida

Para assinar minhas ações em segredo.

Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 03/12/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$ 35,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$ 10,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links