Escritos do Cláudio
Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos

TUAS RIMAS

 

quando tudo morre

ao teu lado

o café está frio

e o chão segue molhado

abrir os olhos

é um desafio

e o dado

está viciado

o amor distante

e a saudade dispara tiros

contra teu peito já ferido

você clama por uma porta

aberta no meio da noite

chamando-te para passear

entre as estrelas.

 

quando nada te alegra

e a vida está presa

na dureza de tanta regra

e no pranto dos teus olhos

diante do espelho trincado

o teu rosto marcado

pelas lágrimas de toda hora

você só quer ir embora

desta realidade tão cinza

para um mundo que te acena

do cume mais alto

no horizonte.

 

quando a saída do labirinto

está trancada

e a lua do teu céu

foi eclipsada

transforme-se em poema

e tenha tuas rimas

declamadas

pelo vento até que alguém

procure

por esta poesia

que habita

em teu coração.

Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 29/10/2021
Alterado em 29/10/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$ 35,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$ 10,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links