Escritos do Cláudio
Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos

EU SEMPRE TE AMAREI

 

Nem quando tudo estiver destruído

Nem quando o sertão sugar o mar

Nem quando todo tempo for perdido

Eu vou deixar de te amar.

 

Nem quando o jardim ficar sem flores

E a dança da vida não precisar de par

Nem meu corpo tiver todas as dores

Eu vou deixar de te amar.

 

Eu sempre te amarei apesar de tudo

Eu sempre te amarei apesar do vento

Ficar mais forte e virar um tornado

Eu seguirei por ti muito apaixonado

Recordando destroçado cada momento.

 

Nem quando o vazio ocupar o espaço

Nem quando o frio solidificar o olhar

E for impossível dar o próximo passo

Eu vou deixar de te amar.

 

Nem quando acontecer o apocalipse

E ninguém mais poder ver o luar

E o encanto for ofuscado no eclipse

Eu vou deixar de te amar.

 

Eu sempre te amarei apesar do nada

Dentro de um viver perdendo o sentido

Eu encontro forças na recordação

De um encontro que virou paixão

É neste passado que tenho vivido.

Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 01/10/2021
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$ 35,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$ 10,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links