Escritos do Cláudio

Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.

Textos


A QUEDA NA FUGA

Entreguei ao vazio
O que eu tinha de melhor
Um mar agitado
Dentro do meu coração
E aquele arco-íris de múltiplas cores
Em meus olhos.
 
Foi-se o que eu tinha de vital
Uma força hercúlea
Para trilhar caminhos impossíveis
Sem passos trôpegos
Sobre ladrilhos famintos
Em noites de lua duplicada.
 
Entreguei ao vazio
O que me fazia pulsar
Diante dos desafios seculares
Que lançam tristezas contra o peito
Fiquei de mãos empobrecidas
Acenando um adeus enxuto
Para o que eu tinha de melhor.
 
É que eu acreditei na velha promessa
Dita por lábios sedentos por fraquezas
Eu estava lá, presa fácil
Buscando fugas para minhas desilusões
Bastou aquele sorriso
E desde o primeiro beijo
Deparei-me com o precipício.


Imagem: pixbay
 
Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 24/04/2021
Alterado em 24/04/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Tweet
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$30,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$20,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$20,00