Escritos do Cláudio
Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos
DEPOIS DE VOCÊ
 
Nunca senti tanto frio em uma solidão
Como esta que eu sinto depois de você
Está congelando o meu pobre coração
Está sendo mais duro este meu sofrer
 
Confesso que não sei como me aquecer
Das outras vezes bastou-me um verão
Nunca senti tanto frio em uma solidão
Como esta que eu sinto depois de você
 
Jogou-me no precipício esta desilusão
Roubou-me a razão do meu pobre ser
Vago pela rua como cego na escuridão
Eu quero te encontrar só para te dizer
Nunca senti tanto frio em uma solidão
Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 08/04/2021
Alterado em 08/04/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$ 35,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$ 10,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links