Escritos do Cláudio

Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.

Textos

OCASO DE UM HOMEM
 
Eu que já falei das flores dos canteiros
Eu que já escutei o grito dos espinhos
E eu que gostava de todos os inteiros
Contento-me hoje só com pedacinhos
 
Eu, caminhante de todos os caminhos
E repousante de todos os travesseiros
Eu que já falei das flores dos canteiros
Eu que já escutei o grito dos espinhos
 
Nem todos meus tiros foram certeiros
E nem todos os abraços foram ninhos
Eu que já mexi em todos os vespeiros
Hoje só apodreço carente de carinhos
Eu que já falei das flores dos canteiros
Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 21/12/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Tweet
DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$21,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$25,00