Escritos do Cláudio

Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.

Textos


O ÚNICO HOMEM

Naquela hora havia uma flor
Entre a janela e a cachoeira
Pássaros voando e sorrindo
E a raça humana se matando
 
Os olhos que miravam o sol
Sabiam que detrás da xícara
Havia um vazio até à parede
E lá fora a cidade complexa
E a raça humana se matando
 
A caneta só queria o poema
Mas foi rejeitada ao chegar
Naquela casa o computador
A folha pautada descartada
Nunca se transformará mais
Em romântica carta de amor
 
Naquela hora havia uma flor
E lá fora bilhões de espectros
Dos que já foram humanos
Constroem um novo mundo
Só para continuar cultivando
Os seus crimes e seus medos

Naquela hora havia uma flor
E um silêncio cancerígeno
Dando vida ao poeta
O único homem que restou


 
Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 09/10/2020
Alterado em 09/10/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Tweet
DE A A Z CONTOS SELECIONADOS Cláudio Antonio Mendes, e outros autores. R$30,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$21,00 DUAS NOITES DE VINGANÇA Cláudio Antonio Mendes R$30,00 ERA UMA VEZ... Cláudio Antonio Mendes, e outros autores. R$25,00 PALAVRA É ARTE (15ª EDIÇÃO) Cláudio Antonio Mendes, Gilberto Martins, e outros autores. R$20,00
PRENÚNCIO DO MEDO: MORTE Cláudio Antonio Mendes, e outros autores. R$25,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 VENDETTA Cláudio Antonio Mendes, Leandro Schulai, e outros autores. R$25,00