Escritos do Cláudio

Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.

Textos

EDINILDO estava fora de sintonia. Sua vaca predileta havia morrido, agora vá lá saber de que. Simplesmente apareceu morta sob o cinza da tarde. Pela manhã não aparentava doença nenhuma. Se tivesse ao menos algum sinal ele teria ligado para o veterinário. Mas ela se apresentava normal. Deixara tirar de suas tetas o líquido alvo de várias serventias. Amamentara seu filhote como qualquer mãe. E agora ela se vai. E o bezerro? E os oito litros de leite? Sim, a danada tinha uma genética das boas. Dava mais que o dobro da média nacional. Aquele úbere era de dar inveja a qualquer pecuarista.  Não teve ânimo nem para enterrá-la, pediu a um dos empregados da fazenda. Era dela o leite que vinha toda manhã para a sua cozinha, lembrou-se disso. Foi até a geladeira e lá estava a contribuição da Sestrosa, esse o nome dela. Nome equivocado por sinal. Ela era dócil, colaborativa, sem maldade naqueles dois olhos enormes. Era incapaz de fazer mal algum. Nunca a vira forçar a cerca. Uma cerveja em homenagem à Sestrosa? Não. Um copo de leite do bom. Bebeu com força e ergueu a taça. Para homenageá-la o leite merecia ser tomado em taça de cristal. Sentiu o mundo rodar, o estômago embrulhar. Tudo estourando por dentro. Pensou em gritar para a mulher chamar o médico. Não deu tempo. Logo ele que estava bem pela manhã, não apresentava que não estaria no curral no dia seguinte supervisionando os vaqueiros. A mesma maldade que tirou a vida de Sestrosa tirava agora a sua. Dois envenenamentos e uma ambição. O que seria uma vaca a menos na herança? Em algum rincão de Minas Gerais a viúva gargalhava por dentro.

SÉRIE: Abecedáriod a relutância humana

     
Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 01/08/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Tweet
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$30,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$20,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$20,00