Escritos do Cláudio

Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.

Textos


BABÍ não gostava de suco de limão. Mas de limonada, que lhe ofereceram uma vez na casa da tia lá da roça, ela gostou. Ela bebeu como se estivesse bebendo água. Da água de lá ela não gostou, a não ser da água de coco. As coisas da roça ou são mais gostosas ou não, nunca são iguais. Ela, que nunca tinha ido para a casa de sua tia, lá no interior, acabou indo dessa vez, férias sem muitas opções na cidade grande, sabe como é. Dar um rolezinho pelo sertão, sentir o vento fresco acariciar o rosto, sentir a dorzinha do bicho-de-pé morando no seu dedinho delicado. Dormir com a luz fraca e não ter que se preocupar com o trânsito. Sentiu como tudo no campo difere do cotidiano na cidade. Mas a atração pelo seu primo pareceu-lhe tão igual a que ela tinha pelo seu colega de aula. Resolveu experimentar se também havia diferença no beijo.
Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 22/07/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Tweet
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$30,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$20,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$20,00