Escritos do Cláudio
Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos
GAIOLA

Hoje eu canto triste na gaiola
Eu que já fui um pássaro solto

 
Você que hoje me vê chorando
Saiba que eu já fui alguém feliz
Uma ave arisca sempre voando
De galho em galho como se diz
Agora algo em mim se contradiz
 
Hoje eu canto triste na gaiola
Mas meu mundo já foi revolto
 Se eu fico nada aqui me consola
Se tento sair a grade me esfola
Eu que já fui um pássaro solto
Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 15/07/2020
Alterado em 15/07/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$ 35,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$ 10,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links