Escritos do Cláudio
Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos
QUALQUER BRISA
 
A loucura avança feito comichão
Toma meus dedos em cada mão
Não me seguro na minha razão
 
Meus olhos se esbugalham febris
Eu queria apenas me sentir feliz
Mas agora sou tronco sem a raiz
 
Qualquer brisa me lança ao chão
 
Qualquer piso passa a ser colchão



Leia também
TATEANDO MIGALHAS


 
Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 25/06/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$ 35,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$ 10,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links