Escritos do Cláudio
Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos
A SENSAÇÃO DE VAZIO

Quando no horizonte a tarde morre
E sinto no peito a sensação de vazio
Sou amparado nos braços do porre
Que me empurra contra o chão frio

No sabor amargo da bebida aprecio
A ilusão que na tua falta me socorre
Quando no horizonte a tarde morre
E sinto no peito a sensação de vazio

Que na minha dor o verso se borre
E descreva o êxtase que eu fantasio
No rosto mais uma lágrima escorre
Irrigando o arrependimento tardio
Quando no horizonte a tarde morre

LEIA TAMBÉM
NO ALVORECER DA SAUDADE
Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 30/05/2020
Alterado em 13/06/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$ 35,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$ 10,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links