Escritos do Cláudio

Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.

Textos


MINICONTO I
Ele vagava pelo mundo como uma carta sem destinatário. Até que um dia encontrou seu caminho. Foi colocado dentro de um envelope de madeira.
 
MINICONTO II
Ficou nu, levantou um dos braços e fez cócegas em si mesmo. Mas foi o espelho que trincou de tanto rir de tanta falta do que fazer.
 
MICROCONTO III
Não sabia o que fazer quando sua aventura extraconjugal sentou-se à mesa ao lado. Tentava disfarçar. Mas não resistia. Olhava para ela de soslaio. Percebeu que ela mirava sua esposa que correspondia com piscadelas. Então era isso, ele era apenas um vértice do triângulo.

 
Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 11/05/2019
Alterado em 11/05/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Tweet
DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$21,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$25,00