Escritos do Cláudio
Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links
Textos
APENAS
 
Sem certezas nem centavos
Destravo minha poética loucura
 
Sem sentido nem solvente
Sigo em frente sempre rente
 
Nada me cerca, nada me cega
O mundo me nega e eu nada tenho
 
Sou apenas essa alma vazia
Que rodopia... rodopia... rodopia...
 
O vento me bebe feito veneno
Sou pequeno grão de poeira no cosmo
 
O verso do Poe me define
Eu me definho em cada taça de vinho
 
Sou apenas uma rima imperfeita
Que o poeta rejeita na primeira revisão
 
Sou apenas a letra que não encaixa
Em nenhum alfabeto, em nenhuma endeixa
 
...sou apenas...
Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 14/12/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$ 35,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$ 10,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$ 20,00
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Perfil Livros à Venda Contato Links