Escritos do Cláudio

Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.

Textos


ZIGRIMAS***NA TARDE AMARELA

Donzela que feliz para mim sorriu
Por ela amor meu coração sentiu
Uma história bela a vida resumiu
Em capítulos de novela se assistiu
Indo na tarde amarela, então partiu
Mas deixou sequela, a dor emergiu
Da janela, vi quando o vulto sumiu
Bela, mas prazer não me consentiu
 
Fugiu como fogo apagado da vela



Criação de: Fernanda Xerez
Teoria literária: ZigRimas
Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 20/05/2017
Alterado em 20/05/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Tweet
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$30,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$20,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$20,00