Escritos do Cláudio

Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.

Textos


MARCAS***POERIMAS NA LETRA M

Manhã cinza sem surpresa
Meu dia triste logo começa
Mantenho em mim a frieza
Mesclada com minha pressa
 
Molho em lágrimas o meu pão
Melhor aceitar que sou cativo
Marcas do passado no coração
Momentos doloridos eu revivo
 
Mito ou crença sempre lateja
Martela minha cabeça vazia
Mente perturbada não deseja
Mas fareja de longe a ironia
 
Morte à espreita no caminho
Misto de esperança e entrega
Mistura de flor com espinho
Maldita agonia que me rega


 
Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 19/12/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Tweet
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$30,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$20,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$20,00