Escritos do Cláudio

Não importa quem sou .Importante sim, de que me sujo.

Textos


BORBOLETAS***POERIMAS EM B

Brilho do sol vai surgindo
Boto-me de pé tão rápido
Beira isso a ser um rapto
Bom seria seguir dormindo
 
Bela noite onírica então eu tive
Brinquei entre borboletas e flores
Bebi os aromas de finos licores
Bacana é esse lugar onde estive
 
Beijos e abraços eu ganhei
Braços suaves me enlaçaram
Barcos belos lagos singraram
Bochechas rosadas eu beijei
 
Banhei-me no regato cristalino
Bradei meu canto de felicidade
Besta apocalíptica é a realidade
Bagunça meu sonho de menino

CRIAÇÃO: FERNANDA XEREZ




 
Cláudio Antonio Mendes
Enviado por Cláudio Antonio Mendes em 18/12/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Tweet
O CASTELO DE ALICE Cláudio Antonio Mendes R$30,00 VERSOS INFECTANTES: (MÓ)MENTOS DE UMA PANDEMI... Cláudio Antonio Mendes R$20,00 O HOMEM & SUAS PERDAS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 DECALOGIAS POÉTICAS Cláudio Antonio Mendes R$20,00 UNI VERSOS Cláudio Antonio Mendes R$20,00